PANELAS: EM QUE TIPO COZINHAR A PAPINHA DO BEBÊ?



Os nutrientes na panela
Panela de ferro – São
ótimas para prevenir e também tratar doenças como a anemia. O ferro em sua
composição é liberado aos poucos; portanto, são muito indicadas para aquelas
pessoas que possuem certa carência desse mineral. Sua única restrição é que não
seja usada para fazer frituras, pois pode favorecer a deterioração do óleo. A
lavagem de uma panela de ferro deve ser feita de forma simples, com esponja
macia e detergente neutro, para que, ao esfregá-la, não se produza ferrugem, o
que será prejudicial à saúde.
Panela de vidro – Esta
não libera nenhuma substância química e serve para cozinhar todo e qualquer
tipo de alimentos, embora seja bastante indicada para preparar ensopados. A
recomendação de sua lavagem também consiste em esponja macia e detergente
neutro. Porém, essas panelas são mais frágeis e menos práticas que as demais.
Panela de inox – Esse
tipo de panela pode liberar substâncias como o níquel, ferro e cobre. Como o
níquel é prejudicial à saúde, muitos não a consideram 100% segura. Mas fiquem
atentos aqueles que tiverem alergia ao níquel, não devendo utilizá-la. Também
devem ser lavadas com esponja macia e detergente neutro, enxugue e seque
imediatamente.
Panela de alumínio – Muitos
são contra a utilização desta panela, portanto é muito importante saber que uma
panela de alumínio não deve ser usada para a preparação de alimentos ácidos,
como molho de tomate, por exemplo. Outra dica é jamais arear uma panela dessas,
assim você evita a liberação de alumínio, um metal superpesado. O ideal é
lavá-la com esponja dura e com detergente neutro ou sabão de coco.

Panela esmaltada (ágata) –
Excelente opção por não trazer nenhum prejuízo à saúde. Porém, se sua panela
esmaltada começar a descascar, pode ir pensando em encomendar a próxima! Pois
quando isso ocorre, a garantia de segurança já está comprometida. E para
lavá-la? Esponja macia e detergente.

Panela de teflon (T-fal) – Muito
delicada, uma vez que qualquer utensílio que possa arranhá-la, automaticamente
liberará óxido de cromo, que, segundo os especialistas, pode lesar o fígado e o
pulmão. Portanto, cuide bem de sua panela de teflon! E ao utilizá-la lembre
de sempre de untá-la antes com óleo e deixar aquecer uns dois minutos.
Também deve ser lavada com esponja macia e detergente neutro.
Panela de barro – É, sem
dúvida, a mais indicada para o preparo de peixes. Mas, a panela de barro
vitrificado, quando aquecida, pode liberar substâncias tóxicas como o silicato
e o chumbo. A de barro cru, por outro lado, pode quebrar com mais facilidade e,
por ser porosa, também pode tornar-se alvo de bactérias. Então, é
imprescindível que essa panela seja bem administrada, tomando alguns cuidados
como deixá-la no sol secando, sempre que possível.
Panela de cobre - Só
utilize se for revestida de estanho ou aço inox. Caso contrário, o cobre puro,
quando aquecido em altas temperaturas, pode ser prejudicial à sua saúde.

Fonte: Babycenter

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário